Projeto de Pesquisa 2016

Projeto de Pesquisa 2016

LINGUAGENS DO IMAGINÁRIO E REFLEXÕES SOBRE O FANTÁSTICO: CINEMA E LITERATURA EM DIÁLOGO

Descrição
Pretende-se, em continuidade às leituras, curso e aos seminários realizados sobre o Fantástico, o Maravilhoso e o Realismo Maravilhoso, investigar demais gêneros literários que tanto apresentam correlações com tais estruturas narrativas como reclamam a atenção dos pesquisadores durante os seus estudos acerca do insólito ¾ a Ficção Científica, a Distopia, o Cyberpunk, o Steampunk, a Fantasy são algumas das manifestações.

Uma abordagem criteriosa dessas expressões literárias, visando identificar as propriedades estéticas, requererá, além da seleção de autores e/ou títulos expressivos, a discussão de textos teóricos e críticos a respeito dos fenômenos socioculturais e artísticos ancorados nas ciências e nas inovações de base tecnológica. Destaque-se, a propósito, o advento da Cibernética e, mais recentemente, da Internet, haja vista as pesquisas no tocante à Inteligência Artificial e ao Pós-humano, expandindo-se para as expressões do ciberespaço e da cibercultura (programas computacionais, matrix, avatares etc. passam a fazer parte da realidade, embora descritos e apreendidos como referenciais digitalmente potencializados que pertencem a um universo virtual, ou seja, a uma arquitetura líquida).

Nesse contexto, cujas fronteiras de gênero e categoria literários desenham-se notadamente borradas, assiste-se a novas experiências em termos de leitura e de produção (o hipertexto é um exemplo), a incidir na quebra e na dissolução dos paradigmas da recepção e da formulação da escrita. Logo, o estatuto do Imaginário, tão caro à ficção literária, vai tomando nova compleição; como ele, o Maravilhoso, o Realismo Maravilhoso, o Fantástico e até mesmo o que se chama de Neofantástico se reatualizam quando, metafórica e estilisticamente, migram para essas novas criações (é o caso do Cyberpunk e da Fantasy). A rede de parentescos e de reaproximações admite pensar que os gêneros Ficção Científica e Fantástico estiveram consideravelmente amalgamados; o mesmo dizer, contemporaneamente, em relação à obra de distopia e a narrativa cyberpunk.

Para discorrer com a devida segurança sobre os componentes de estrutura que edificam as linguagens verbal e não-verbal, em convergência com as operações indutivas e dedutivas do fruidor na sua interatividade com o texto, uma pesquisa criteriosa se faz efetivamente necessária.

Objetivos gerais
Promover encontros do grupo de pesquisadores que elegeu a produção literária e cultural para crianças e jovens e os seus diálogos com outras literaturas, suportes e demais formas de artes como objeto de investigação, tendo por objetivo a divulgação dos resultados de seus estudos e a ampliação do fórum de discussão.

Tecer discussões mais atuais sobre as linguagens do imaginário e os diálogos que aproximem a prosa de escopo insólito de outras faturas e manifestações estéticas, a exemplo da pintura, das HQs e do cinema;

Em continuidade às leituras e aos seminários realizados sobre o Fantástico, o Maravilhoso e o Realismo Maravilhoso, investigar demais gêneros literários que tanto apresentam correlações com tais estruturas narrativas como reclamam a atenção dos pesquisadores durante os seus estudos acerca do insólito ¾ a Ficção Científica, a Distopia, o Cyberpunk, o Steampunk, a Fantasy são algumas das manifestações.

Partindo dos 100 anos de nascimento de Murilo Rubião, esta fase da pesquisa pressupõe um aceno para o estudo de sua obra, objetivando-se focalizar um painel importante e significativo sobre o autor mineiro e os diálogos que sua produção estabelece com a impressionante constelação do insólito.

Objetivos específicos
1. Estimular o diálogo entre pesquisadores de assuntos relacionados

2. Difundir os resultados da pesquisa por meio de Publicações:

a) Revista científica do grupo – Literartes –n. 6

b) Livros – 1 – Literatura e cinema (no prelo) 2. Reflexões sobre o fantástico e instrumentais pedagógicos.

c) Site: Resenhas, filmes, artigos etc.

3. Demonstrar a importância dos estudos das literaturas Infantil e juvenil no cenário contemporâneo e sua excelência na formação leitora

4.Difundir para a comunidade acadêmica da USP e de outras universidades os resultados dos trabalhos da área e do Grupo de Pesquisa por meio de eventos, a saber:

a) III Encontro Nacional do Grupo Produções Literárias e Culturais para crianças e jovens – “ Murilo e seus arredores” (junho, 2016)

b) II Mostra de Cinema fantástico (dezembro 2016)

Metodologia
Leituras, análises, discussões, seminários, ciclo de palestras

Duração
2015 e 2016

Advertisements